Dia Nacional do Cigano

Governo do Estado promove ação voltada à população cigana de Sousa

28/05/2017

As comemorações pelo Dia Nacional do Cigano (celebrado em 24 de maio) terão continuidade nesta segunda-feira (29), no município de Sousa, quando o Governo do Estado vai realizar uma ação social na Escola Estadual Celso Mariz, a partir das 8 horas. 

 

 

Com o tema Preservar a Tradição e Promover a Cidadania, o evento é organizado pela Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana e tem parceira com as secretarias de Estado da Juventude, Esporte e Lazer; Secretaria de Desenvolvimento Humano e Secretaria da Educação.

 

 

Na ocasião, será anunciada a reforma da Escola Cigana Celso Mariz e  a entrega de 124 bicicletas para estudantes ciganos. Além de uma biblioteca móvel para os alunos. As ações na área de educação preveem a adequação do Projeto político pedagógico (PPP) da escola para inclusão da temática cigana.
 

 

No segundo semestre serão ofertados cursos de música e de língua Chibi (a língua da etnia Calon) para ciganos em idade escolar, assim como também os jovens e adultos que não possuem fluência na língua tradicional de sua comunidade devido a fatores de aculturação. Os grupos produtivos de mulheres artesãs receberão máquinas e kits de costura. Serão beneficiados os ranchos Pedro Maia, Rancho Manoel Valério da Costa e Rancho Otavio Maia.
 

 

A programação, que se estenderá durante o dia todo, começará com um café da manhã oferecido para a população cigana.

 

Em seguida, serão realizadas diversas atividades de recreação esportiva, com entrega de medalhas aos participantes. A partir das 14h, haverá um momento específico para dialogar com as mulheres ciganas artesãs dos três ranchos existentes no município de Sousa.  O momento cultural vai contar com a apresentação do grupo de dança Amor Cigano, do Rancho Otávio Maia.
 

No município de Sousa encontra-se a população cigana com maior representação do estado, seguida de Condado e Mamanguape. São três ranchos da etnia Calon. De acordo com o gerente executivo de Equidade Racial da Semdh, José Roberto, desde a sua implementação, a gerência começou a fazer contato e dialogar com os grupos ciganos no estado, iniciando ações com essa população.

 

Em março, várias secretarias e órgãos estaduais estiveram presentes na audiência pública realizada pelo Ministério Público Federal  para ouvir as demandas da população cigana em  diversas áreas como saúde, educação, cultura e habitação.

Comente

Copyright © Sertão Informado 2005-2016. Desenvolvido por Thiago Formiga