POLÊMICA

NUM PÉ SÓ: estátua de padre Cícero, instalada em praça no bairro da Estação em Sousa aparenta defeito

30/01/2018

A estátua do padre Cícero Romão Batista instalada numa praça que está em reforma no meio da feira do Bairro da Estação na cidade de Sousa aparenta um defeito: a imagem produzida com cimento e concreto tem apenas um pé.

 

A mesma estátua já havia sido tema de outra polêmica. É que há alguns anos ela começou a ser construída, porém não foi entregue ao poder público por questões de pagamento. Agora, aparentemente concluída, não mosrtra os dois pés.

 

Outro lado


O artista plástico Berg Lima ouvido pelo programa ‘Cidade Notícia’ (Líder FM) nesta terça-feira (30) e explicou que a imagem foi captada para indicar que o religioso estava andando. Daí a razão de apenas um pé aparecer.

 

Polêmica


O fato tem chamado atenção de alguns moradores que comentaram sobre o possível defeito de fabricação. A versão foi contraditada pelo senhor José Hilton, morador do bairro da Estação. Segundo ele, para expressar movimento na imagem, uma dobra na altura do joelho deveria aparecer na batina de padre Cícero.

 

Quem foi padre Cícero?


Cícero Romão Batista (Crato, 23 de março de 1844 — Juazeiro do Norte, 20 de julho de 1934) foi um sacerdote católico brasileiro. Na devoção popular, é conhecido como Padre Cícero ou Padim Ciço. Carismático, obteve grande prestígio e influência sobre a vida social, política e religiosa do Ceará bem como do Nordeste.

 

Suposto milagre


Durante a grande seca, no ano de 1889, durante uma missa celebrada pelo padre Cícero, a hóstia ministrada pelo sacerdote à religiosa Maria de Araújo se transformou em sangue na boca da religiosa. Segundo relatos, tal fenômeno se repetiu diversas vezes durante cerca de dois anos. Rapidamente espalhou-se a notícia de que acontecera um milagre em Juazeiro.


Fonte: Cidade Notícia

Comente

Copyright © Sertão Informado 2005-2016. Desenvolvido por Thiago Formiga